Projeto da deputada Luzia de Paula irá impulsionar turismo na capital e entorno

A Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou, nesta quarta-feira (28), o Projeto de Lei 168 de 2015, de autoria da deputada Luzia de Paula (PSB) que cria a Rota das Nascentes. Uma excelente notícia para o segmento do Turismo, um dos mais afetados durante a pandemia. O roteiro oferecerá aos visitantes, em uma mesma experiência, os turismos ecológico, histórico, religioso e cultural.

A parlamentar destacou que com a aprovação desse projeto, o Distrito Federal já começa a se preparar para a retomada do turismo que, de acordo com a expectativa do setor, em breve, voltará a ser um dos principais geradores de emprego e renda no mundo. “Estou muito feliz que o primeiro projeto aprovado após o meu retorno à Câmara Legislativa tenha sido esse”, comemorou a deputada Luzia de Paula.

A Rota das Nascentes será composta por dois roteiros distintos. O Roteiro pré-histórico, que contempla as cavernas com pinturas rupestres e sítios arqueológicos indígenas de dez mil anos até a chegada dos portugueses, e o Roteiro do Ouro, registrado pelo bandeirante Urbano do Couto Menezes, no século XVIII. No Distrito Federal, a rota abrange as cidades de Brazlândia, Planaltina e Sobradinho. Já em Goiás, Padre Bernardo, Planaltina de Goiás, Água Fria e Formosa.

Luzia de Paula ainda ressalta que além de movimentar a economia da capital e das cidades do entorno goiano, essa rota ajuda a preservar a natureza, a valorizar a história e a fazer com que as pessoas possam ter mais acesso à cultura e às curiosidades históricas, ainda desconhecidas pela maioria da população. “Brasília é reconhecida como Patrimônio Mundial pela Unesco pelo seu conjunto arquitetônico, mas ainda temos uma outra infinidade de atrativos que são desconhecidos. Promover a divulgação dessas experiências é incentivar a economia e dar mais dignidade, oportunidade e orgulho para nossos brasilienses”, concluiu.

Categorias: Notícias

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *